O Moto Camping É Uma Parte Essencial de Uma Viagem de Aventura?

Não é preciso muito para transformar uma viagem de mota num passeio épico. No entanto, todos parecem pensar exactamente o contrário. 

De facto, com os especialistas em marketing a tirar partido de praticamente todas as palavras do dicionário, palavras como aventura, viagem de aventura, jornada, e muitas outras a que já perdi a conta, todas foram descartadas do seu verdadeiro significado.

Hoje em dia, tudo é uma viagem de aventura. Tem de ser. A fasquia é colocada tão alta que o objectivo é fixado cada vez mais alto. 

Um desses equívocos propositadamente criados, é que se formos numa viagem de motociclismo de aventura ou mesmo numa viagem de mototurismo, e se não dormirmos debaixo das estrelas, longe da civilização, então não estaremos realmente a ter uma aventura.

Penso que isto é simplesmente errado. A aventura está destinada a acontecer no momento em que se liga o motor e se põem as rodas a rolar. Em última análise, cada pessoa tem o seu próprio nível de aventura, que não pode ser medido contra o de qualquer outra pessoa, especialmente contra motociclistas experientes que já fazem viagens à volta do mundo há muito tempo. Fazer essa comparação não tem nada de realista, nem mesmo de honesto. 

O moto camping é apenas uma forma de experimentar as viagens de mota. E os motociclistas fazem-no porque:

A - Gostam de acampar e de estar na natureza.

B – É uma forma de reduzir os custos da viagem.

C - Os locais por onde viajam são remotos ou não têm outras opções de alojamento.

Seja como for, é uma escolha pessoal que tem mais a ver com as preferências de condução e de rota, do que com a própria aventura.

Motorcycle-camping-alps-trafoi-2
Motocamping nos Alpes - Trafoi

Estou a Considerar o Campismo nas Minhas Viagens de Mota. Por onde começo?

Digamos que está a considerar fazer moto camping nas suas viagens. 

Se já foi acampar antes, então já conhece o básico. É apenas uma questão de adaptar o equipamento às capacidades de carga da mota e a três outros factores: Clima, localização, e estilo de condução. 

Mas se não o fez, e está apenas a começar, as coisas tornam-se um pouco mais complicadas. E desnecessariamente, gostaria de acrescentar.

A Internet está repleta de opiniões sobre o equipamento de que precisa, para onde deve ir, e o que tem absolutamente de levar consigo.

Após uma semana a fazer a sua pesquisa, vai encontrar-se com uma lista interminável de equipamento, que lhe custará uma mala cheia de dinheiro, e que provavelmente vai ter uma enorme dificuldade em colocar na sua mota. Essa dificuldade aumenta exponencialmente com a falta de experiência, fazendo com que muito mais do que apenas alguns abandonem por completo os seus sonhos de viajar de mota, ou limitem o alcance dos percursos, e façam viagens em menor escala.

Mas não é preciso que assim seja, e aqui na 2WheelsOnRoad, temos todo o apoio necessário sobre esse tema.

Mostrar-lhe-emos o básico do moto camping, e o que é absolutamente essencial para que seja uma experiência que o acompanhe e lhe deixe memórias felizes durante muitos e longos anos. É muito mais fácil complementar o seu equipamento ao longo do tempo, do que o equipamento para baixo. Não só mais fácil, mas também mais barato. 

the-basics-of-motorcycle-camping

O Essencial do Moto Camping

As bases do campismo de mota não são outros factores para além dos que são necessários para sobreviver ao ar livre. Não é uma fórmula revolucionária e extremamente avançada da física quântica. É apenas o velho e fiável senso comum.

Precisará de um abrigo para protegê-lo dos elementos, algo onde dormir que possa mantê-lo a salvo da hipotermia, água para que possa permanecer hidratado, e comida para o alimentar. Não muito diferente do que já faz todos os dias em casa, ou num hotel, certo?

Claro que se poderia argumentar que seria necessário vestuário adequado, ferramentas de orientação como mapas, GPS's ou mesmo uma bússola, equipamento de primeiros socorros, iluminação, ou quaisquer outros artigos comuns ao campismo. Mas, para manter as coisas simples e realmente essenciais, vamos deixar tudo isso para outro artigo, mais à frente.

Abrigo

O Abrigo é normalmente uma tenda, embora alguns motociclistas também optem por camas de rede ou bivouacs.

Normalmente os campistas de motociclismo preferem tendas leves de "bikepacking" (apropriadas para cicloturismo) ou tendas de trekking de mochila às costas. A discussão em torno do tema das tendas é principalmente centrada no peso, pois o peso é um factor enorme quando se tenta manter a bagagem leve. No entanto, acho que o volume que as tendas ocupam, acaba por ser muito mais importante do que o próprio peso que apresentam. 

Se eu tivesse de escolher entre uma tenda que pesasse 3 lb/1,5kg, que ocupasse um volume maior, ou uma que pesasse 6,5lb /3kg mas fosse possível transportar em volumes mais pequenos que pudessem ser comprimidos e separados, eu escolheria a mais pesada. Porquê? Porque me permitiria fazer melhor uso do próprio volume de bagagem, e para ser honesto, penso que se não estiver orientado exclusivamente para a performance, não serão 2 ou 3 kg que farão a diferença.

Outra coisa a considerar é o tamanho da tenda. A regra é de que se deve escolher uma tenda com lugar para mais uma pessoa. Vai sozinho? Escolha para uma tenda para duas pessoas. Vai com pendura? Prefira uma tenda para 3 pessoas. Porquê? Por causa do equipamento e da bagagem que traz consigo. Vai querer ter o equipamento consigo, e ele ocupa espaço. Além disso, vai querer considerar a hipótese de ir para uma tenda com espaço exterior coberto (um vestíbulo) para deixar o equipamento molhado se estiver a chover. O equipamento molhado não liga bem com o material para dormir e a necessidade de se manter quente.

Finalmente, há as estações do ano. Tenda para 2 Estações do ano? 3 Estações? 4 Estações do ano? O que é que isto quer dizer, e o que devo escolher? Bem, tendas de 2 estações são para Primavera e Verão, de 3 estações acrescentarão o Outono, e 4 estações levá-lo-ão até ao Inverno. 

Assim de repente, à primeira vista, as tendas de 4 estações deixá-lo-iam apto para enfrentar todas as opções meteorológicas do menu. No entanto, isso também tem alguns inconvenientes. Primeiro é o peso. Tecidos mais pesados sem malha, mais volumosos e com um peso global muito maior. Naturalmente, ter um interior que não seja de malha de polyester diminui a ventilação. Finalmente, são muito mais caras, especialmente se forem leves.

Tenda de 2 estações? Um grande ponto de partida, mas que limitará os seus passeios de motocamping à Primavera e ao Verão.

O ponto de equilíbrio, parece ser encontrado com as tendas des 3 estações. A maioria dos modelos vêm com coberturas de chuva, e estão equipadas para prolongar a época regular de campismo. A menos que esteja a planear enfrentar condições meteorológicas extremas ou viver num clima rigoroso, pode frequentemente utilizar uma tenda de 3 estações, durante todo o ano.

Três outras coisas a ter em conta. Quanto mais alto for o "denier" ou quantidade de fios com que é feito o tecido, melhor será a longevidade da tenda. As costuras devem ser cobertas com tecido colado para evitar que a água se infiltre no interior da tenda. E a qualidade dos fechos é algo a não perder de vista.

Uma base própria para o chão da tenda, ou uma lona para o proteger, evita que ramos, rochas, e galhos o danifiquem, e aumenta o conforto de que a ocupa. 

Tendas que cumprem estes requisitos:

MSR Hubba Hubba NX2 é há muito tempo uma favorita dos praticantes de moto camping e tem muitas características que assim o justificam. É fácil,de colocar na bagagem, e têm sido testada ao longo dos anos por toda uma comunidade.

A relativamente recente Big Agnes Blacktail Hotel 2, também é leve e apresenta um vestíbulo, estilo alpendre que pode ser realmente útil.

Ou mesmo a Quechua 2 sec Easy Fresh & Black, que é mais acessível e fácil de instalar. Não vai satisfazer todas as suas necessidades, mas é uma boa tenda para aqueles que estão a começar. A desvantagem é que não é pequena devido às vareta estarem integradas na própria tenda. E com 4,7kg/10lb,12oz, não é particularmente leve, mas nós utilizámos, como se pode ver na viagem com a Benelli e com a Royal Enfield..

A fechar esta pequena lista de opções, a Lone Ranger ADV Tent. Uma que coloca um certo em todas as caixas de requisitos e que lhe durará muito tempo. Feita por motociclistas, para motociclistas. Leve, 2 portas, 2 vestíbulos para guardar equipamento molhado ou sujo, e muitas outras características, pensadas para facilitar a vida dos motociclistas. Vem até com um saco de compressão, dry bag, e lona de protecção inferior.

Se está apenas a começar e não tem a certeza se vai gostar de fazer campismo nas suas viagens de mota, faça um favor a si próprio e não vá atrás do melhor equipamento que o dinheiro pode comprar. Não é isso que vai tornar a experiência mais agradável. Comece com uma tenda simples que seja fácil de montar. Pode fazer o upgrade mais tarde, à medida que sentir necessidade, e perceber as características que mais se adequam a si.

Motorcycle-tent-ADVtent-Lone-Rider-2-person-tent-waterproof
Lone Rider ADV Tent – créditos de imagem fabricante.

Dormir

Ter um teto em cima da cabeça é uma coisa, mas manter-se quente quando as temperaturas descem à noite é completamente diferente. Quando se está a dormir, a actividade muscular desliga-se e lentamente o corpo deixa de produzir calor, o que leva a uma descida da temperatura corporal. Isto leva-nos ao próximo item no essencial do moto camping. O saco cama.

Os sacos-cama vêm em diferentes formas, estilos, enchimentos e, certamente, diferentes preços. Este não é um item em que se deva tentar poupar muito. Afinal, o saco cama terá a tarefa de o manter quente quando não estiver activo para o fazer. Mas mais uma vez, isso não significa que tenha de ir a correr para conseguir um saco de dormir adequado ao Ártico ou aos Himalaias.

As escalas de temperatura não são as escalas de conforto. O que é que isso significa? Que as gamas de temperatura dos sacos de dormir são aquelas em que se pode sobreviver, não aquelas com que se vai sentir confortável. Como regra geral, tenha sempre um saco cama com um nível de temperatura 10 graus abaixo da temperatura que espera encontrar.

Uma vez mais, e indo contra a corrente... e correndo o risco de me repetir, se estiver a começar ou com um orçamento limitado... não vá comprar sacos-cama para todas as gamas de temperatura. Escolha o que planeia usar nas temperaturas mais frequentes das suas viagens, baixe 10 graus, e arranje um cobertor térmico para prender debaixo do saco cama, se o frio apertar.

Se não gosta de sacos-cama estilo múmia, lembre-se que precisará de ter um gorro para lidar com a perda de calor da sua cabeça.

Rab Ascent 300 é um bom exemplo de um saco-cama leve, tipo múmia, com enchimento de penas, que irá conseguir acondicionar fácilmente na sua bagagem embalar bem.  

Big Agnes Torchlight 30 é outro exemplo de saco cama leve, com enchimento de penas, que lhe pode proporcionar conforto térmico, e ainda outras caracteristicas interesantes como bolsos (que pode utilizar por exemplo para guardar o seu telemóvel, e impedir um descarregamento prematuro da bateria em tempo muito frio)

E o Marmot Trestles 0 é um saco cama de enchimento sintético, com uma boa relação preço qualidade, e óptimo para começar.

Um saco cama não é a única coisa que contribui para o manter quente e confortável. Um colchão de espuma ou um colchão insuflável desempenha um papel enorme no isolamento do frio do solo. É mais uma despesa, mas não só proporciona conforto térmico, trabalhando em conjunto com o saco cama, como também o impede de dormir directamente no chão e de sentir cada pedra, ramo, ou galho que não tenha sido retirado de debaixo da tenda. Verifique o valor R da almofada de dormir, e tenha em mente que os sacos-cama com enchimento de penas são mais pequenos e leves, mas são também mais caros e levam mais tempo a secar do que os sacos-cama com enchimento sintético.

Boas escolhas relativamente a colchões insufláveis são por exemplo o Therm-a-Rest NeoAir Xlite, ou o Sea to Summit Comfort Plus.

Mais uma vez, o volume e o peso das bagagens precisam de ser contabilizados quando se faz moto camping. Sacos cama com sacos compressíveis são uma boa escolha, assim como colchões insufláveis, que ocupam uma fracção do espaço que os colchões de espuma necessitam.

No entanto, no início, pode-se fazer praticamente tudo com equipamento mais simples, desde que se escolha o momento e o clima certos para acampar.

FB IMG 1630042270243
A cara de "vai ser uma longa noite fria porque me esqueci de trazer um cobertor térmico extra"

Água 

Não há como contornar esta questão. É preciso água para se manter hidratado e para cozinhar. Claro que pode sempre ir beber um litro de água directamente do rio. Às vezes terá sorte, outras vezes terá giardia. Eu não arrisco aqui, nem ninguém deveria arriscar.

Levar água em qualquer viagem de campismo é essencial. De facto, o transporte de água em qualquer viagem de motociclismo não deve ser ignorado.

Claro que, mesmo com bolsas de hidratação, e recipientes, apenas se pode transportar de mota, uma quantidade limitada de água.

Tire partido das capacidades de transporte de água de sacos de depósito como o Mosko Moto Nomax ou de mochilas com packs de hidratação integrados como a Enduristan Hurricane 15l com o Hydrapack opcionalE se achar que irá necessitar de mais água, use algo como o Sea to Summit Tap Pack ou o MSR Dromedary Bags.

É aconselhado um mínimo de 3 litros de água por dia, mas será necessária não só para beber mas também para cozinhar, e até para enxaguar o material de cozinha. 

Esta não é uma regra fixa. Em climas mais quentes, desidrata mais rapidamente. Em passeios mais técnicos todo-o-terreno também vai precisar de mais água. Por isso, nunca ignore as necessidades de hidratação.

Existem outras soluções como pastilhas de purificação de água ou filtros de água, tais como o Sawyer Mini Water Filtering System, mas, para principiantes que querem levar o moto camping passo a passo, transportar água, e ter a capacidade de ferver a água recolhida deverá servir perfeitamente. Isto, tendo em mente que não se deve ir logo em viagens de longa distância, para lugares remotos. Nesse caso, um sistema de reserva como o filtro de água, ou os comprimidos purificadores de água, seria recomendável.

Se recolher a água de uma fonte desconhecida, lembre-se de ferver a água durante pelo menos um minuto.

The-basics-of-motorcycle-camping

Comida

A maioria dos motociclistas são espectaculares. É um facto. Por outro lado, a espectacularidade não supera as necessidades alimentares. Se viajar e fizer moto camping, ainda tem de comer. 

Há muitas soluções por onde escolher. Desde refeições desidratadas a que se junta apenas água, até uma paragem pelo supermercado para se abastecer antes de montar o acampamento. 

De qualquer modo, se quiser ter forma cozinhar a sua comida, ou aquecer uma refeição pré-cozinhada, precisará de alguma forma de o fazer, e de equipamento de cozinha para o executar. Isto também será muito útil se precisar de ferver água.

Um fogão de campismo simple como o AWRoutdoor 3500W irá dar-lhe a possibilidade de cozinhar. Um Jetboil é também muito popular entre os motociclistas que fazem campismo. Ferve água em 1 minuto, é fácil de transportar, e é uma óptima escolha se não for realmente uma pessoa de cozinhar e não se importar de comer refeições desidratadas.

Para as viagens a lugares mais remotos, fogões de campismo multi-combustíveis, como o MSR XGK Extreme camping stove, permitem a queima de gasolina como alternativa às latas de gás. Isto pode ser útil quando não há botijas de gás para recarga, disponíveis.

É claro que para cozinhar e comer até as coisas mais simples, necessitará de outros utensílios. O Sea to Summit X-Set 21é um conjunto dobrável que irá cobrir essas necessidades. Pode cozinhar nele, comer e beber dele, e até utilizar a base como tábua de cortar para a preparação de alimentos. Quanto aos talheres, o Sea to Summit Alpha Set irá satisfazer as suas necessidades muito bem, embora uma colher longa ou garfo sejam mais adequados para refeições desidratadas, sem ficar com restos de comida espalhados pelas mãos.

Não sei quanto a si, mas para mim, o café é obrigatório. Essencial? Nem por isso, mas nada acompanha tão bem o nascer do sol como uma boa caneca de café. Café solúvel, prensas de café, ou equipamento portátil capaz de tirar cafés semelhantes aos expresso como o Wacaco Minipresso todos resultam. 

Motorcycle-camping-cooking
Sem mesa? Sem problema! O caixote da fruta serve muito bem para base do fogão de campismo

Em Jeito De Conclusão 

O Moto Camping é uma forma fantástica de aproveitar e estabelecer uma ligação com a natureza e consigo próprio. Iniciar-se não significa copiar o que os motociclistas de aventura/Youtubers fazem. Eles não estão a começar. Já sabem perfeitamente o que resulta para eles, ou não.

Primeiro, necessita de perceber se o moto camping é realmente algo que gosta de fazer.

Tem muitos prós e alguns contras, mas em última análise, alguns dos benefícios que eu vejo no moto camping, podem muito bem ser algo que não lhe se adequa a si.

Motorcycle-camping-sunrise
Um café e o pequeno almoço sabem muito melhor com uma vista destas.

Se finalmente decidir tentar, não deixe de começar por fazer pequenas viagens, perto da sua casa. Experimente acampar em parques de campismo antes de acampar em lugares remotos, ou mesmo de fazer moto camping durante uma viagem de longa distância

Acampe perto de outras pessoas antes de embarcar numa expedição a solo.

Dessa forma, pode fazer alguns passeios de teste, e afinar o seu equipamento, com as especificidades da sua mota, do seu estilo de condução, e das suas próprias preferências. 

Demora algum tempo a dominar a montagem do acampamento rapidamente, ou com mau tempo, por isso experimente o seu equipamento antes mesmo de ligar o motor da sua mota. 

Finalmente, reserve tempo para desfrutar de si próprio. Um dos muitos benefícios do moto camping, é a oportunidade de conhecer uma parte de si que normalmente está escondida pelo stress dos tempos modernos. Toda aquela tranquilidade e paz de espírito que vem depois de se satisfazer com uma refeição quente (com um par de cervejas como opção) acampado numa bela paisagem, e depois de um dia de condução, é imbatível. Escusado será dizer que é uma experiência de autocrescimento. Não perca essa oportunidade que está à espera de ser agarrada.

Acabando da mesma forma que comecei, não se esqueça que não é preciso muito para viver a sua viagem épica. Comece de uma forma simples, faça o upgrade mais tarde..

Plan, Ride, Live, Repeat!

Créditos de imagem da galeria - fabricantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on reddit
Share on whatsapp
Share on email

Deixe o seu Comentário

On Key

Publicações Relacionadas

O Moto Camping É Uma Parte Essencial de Uma Viagem de Aventura?

Não é preciso muito para transformar uma viagem de mota num passeio épico. No entanto, todos parecem pensar exactamente o contrário. 

De facto, com os especialistas em marketing a tirar partido de praticamente todas as palavras do dicionário, palavras como aventura, viagem de aventura, jornada, e muitas outras a que já perdi a conta, todas foram descartadas do seu verdadeiro significado.

Hoje em dia, tudo é uma viagem de aventura. Tem de ser. A fasquia é colocada tão alta que o objectivo é fixado cada vez mais alto. 

Um desses equívocos propositadamente criados, é que se formos numa viagem de motociclismo de aventura ou mesmo numa viagem de mototurismo, e se não dormirmos debaixo das estrelas, longe da civilização, então não estaremos realmente a ter uma aventura.

Penso que isto é simplesmente errado. A aventura está destinada a acontecer no momento em que se liga o motor e se põem as rodas a rolar. Em última análise, cada pessoa tem o seu próprio nível de aventura, que não pode ser medido contra o de qualquer outra pessoa, especialmente contra motociclistas experientes que já fazem viagens à volta do mundo há muito tempo. Fazer essa comparação não tem nada de realista, nem mesmo de honesto. 

O moto camping é apenas uma forma de experimentar as viagens de mota. E os motociclistas fazem-no porque:

A - Gostam de acampar e de estar na natureza.

B – É uma forma de reduzir os custos da viagem.

C - Os locais por onde viajam são remotos ou não têm outras opções de alojamento.

Seja como for, é uma escolha pessoal que tem mais a ver com as preferências de condução e de rota, do que com a própria aventura.

Motorcycle-camping-alps-trafoi-2
Motocamping nos Alpes - Trafoi

Estou a Considerar o Campismo nas Minhas Viagens de Mota. Por onde começo?

Digamos que está a considerar fazer moto camping nas suas viagens. 

Se já foi acampar antes, então já conhece o básico. É apenas uma questão de adaptar o equipamento às capacidades de carga da mota e a três outros factores: Clima, localização, e estilo de condução. 

Mas se não o fez, e está apenas a começar, as coisas tornam-se um pouco mais complicadas. E desnecessariamente, gostaria de acrescentar.

A Internet está repleta de opiniões sobre o equipamento de que precisa, para onde deve ir, e o que tem absolutamente de levar consigo.

Após uma semana a fazer a sua pesquisa, vai encontrar-se com uma lista interminável de equipamento, que lhe custará uma mala cheia de dinheiro, e que provavelmente vai ter uma enorme dificuldade em colocar na sua mota. Essa dificuldade aumenta exponencialmente com a falta de experiência, fazendo com que muito mais do que apenas alguns abandonem por completo os seus sonhos de viajar de mota, ou limitem o alcance dos percursos, e façam viagens em menor escala.

Mas não é preciso que assim seja, e aqui na 2WheelsOnRoad, temos todo o apoio necessário sobre esse tema.

Mostrar-lhe-emos o básico do moto camping, e o que é absolutamente essencial para que seja uma experiência que o acompanhe e lhe deixe memórias felizes durante muitos e longos anos. É muito mais fácil complementar o seu equipamento ao longo do tempo, do que o equipamento para baixo. Não só mais fácil, mas também mais barato. 

the-basics-of-motorcycle-camping

O Essencial do Moto Camping

As bases do campismo de mota não são outros factores para além dos que são necessários para sobreviver ao ar livre. Não é uma fórmula revolucionária e extremamente avançada da física quântica. É apenas o velho e fiável senso comum.

Precisará de um abrigo para protegê-lo dos elementos, algo onde dormir que possa mantê-lo a salvo da hipotermia, água para que possa permanecer hidratado, e comida para o alimentar. Não muito diferente do que já faz todos os dias em casa, ou num hotel, certo?

Claro que se poderia argumentar que seria necessário vestuário adequado, ferramentas de orientação como mapas, GPS's ou mesmo uma bússola, equipamento de primeiros socorros, iluminação, ou quaisquer outros artigos comuns ao campismo. Mas, para manter as coisas simples e realmente essenciais, vamos deixar tudo isso para outro artigo, mais à frente.

Abrigo

O Abrigo é normalmente uma tenda, embora alguns motociclistas também optem por camas de rede ou bivouacs.

Normalmente os campistas de motociclismo preferem tendas leves de "bikepacking" (apropriadas para cicloturismo) ou tendas de trekking de mochila às costas. A discussão em torno do tema das tendas é principalmente centrada no peso, pois o peso é um factor enorme quando se tenta manter a bagagem leve. No entanto, acho que o volume que as tendas ocupam, acaba por ser muito mais importante do que o próprio peso que apresentam. 

Se eu tivesse de escolher entre uma tenda que pesasse 3 lb/1,5kg, que ocupasse um volume maior, ou uma que pesasse 6,5lb /3kg mas fosse possível transportar em volumes mais pequenos que pudessem ser comprimidos e separados, eu escolheria a mais pesada. Porquê? Porque me permitiria fazer melhor uso do próprio volume de bagagem, e para ser honesto, penso que se não estiver orientado exclusivamente para a performance, não serão 2 ou 3 kg que farão a diferença.

Outra coisa a considerar é o tamanho da tenda. A regra é de que se deve escolher uma tenda com lugar para mais uma pessoa. Vai sozinho? Escolha para uma tenda para duas pessoas. Vai com pendura? Prefira uma tenda para 3 pessoas. Porquê? Por causa do equipamento e da bagagem que traz consigo. Vai querer ter o equipamento consigo, e ele ocupa espaço. Além disso, vai querer considerar a hipótese de ir para uma tenda com espaço exterior coberto (um vestíbulo) para deixar o equipamento molhado se estiver a chover. O equipamento molhado não liga bem com o material para dormir e a necessidade de se manter quente.

Finalmente, há as estações do ano. Tenda para 2 Estações do ano? 3 Estações? 4 Estações do ano? O que é que isto quer dizer, e o que devo escolher? Bem, tendas de 2 estações são para Primavera e Verão, de 3 estações acrescentarão o Outono, e 4 estações levá-lo-ão até ao Inverno. 

Assim de repente, à primeira vista, as tendas de 4 estações deixá-lo-iam apto para enfrentar todas as opções meteorológicas do menu. No entanto, isso também tem alguns inconvenientes. Primeiro é o peso. Tecidos mais pesados sem malha, mais volumosos e com um peso global muito maior. Naturalmente, ter um interior que não seja de malha de polyester diminui a ventilação. Finalmente, são muito mais caras, especialmente se forem leves.

Tenda de 2 estações? Um grande ponto de partida, mas que limitará os seus passeios de motocamping à Primavera e ao Verão.

O ponto de equilíbrio, parece ser encontrado com as tendas des 3 estações. A maioria dos modelos vêm com coberturas de chuva, e estão equipadas para prolongar a época regular de campismo. A menos que esteja a planear enfrentar condições meteorológicas extremas ou viver num clima rigoroso, pode frequentemente utilizar uma tenda de 3 estações, durante todo o ano.

Três outras coisas a ter em conta. Quanto mais alto for o "denier" ou quantidade de fios com que é feito o tecido, melhor será a longevidade da tenda. As costuras devem ser cobertas com tecido colado para evitar que a água se infiltre no interior da tenda. E a qualidade dos fechos é algo a não perder de vista.

Uma base própria para o chão da tenda, ou uma lona para o proteger, evita que ramos, rochas, e galhos o danifiquem, e aumenta o conforto de que a ocupa. 

Tendas que cumprem estes requisitos:

MSR Hubba Hubba NX2 é há muito tempo uma favorita dos praticantes de moto camping e tem muitas características que assim o justificam. É fácil,de colocar na bagagem, e têm sido testada ao longo dos anos por toda uma comunidade.

A relativamente recente Big Agnes Blacktail Hotel 2, também é leve e apresenta um vestíbulo, estilo alpendre que pode ser realmente útil.

Ou mesmo a Quechua 2 sec Easy Fresh & Black, que é mais acessível e fácil de instalar. Não vai satisfazer todas as suas necessidades, mas é uma boa tenda para aqueles que estão a começar. A desvantagem é que não é pequena devido às vareta estarem integradas na própria tenda. E com 4,7kg/10lb,12oz, não é particularmente leve, mas nós utilizámos, como se pode ver na viagem com a Benelli e com a Royal Enfield..

A fechar esta pequena lista de opções, a Lone Ranger ADV Tent. Uma que coloca um certo em todas as caixas de requisitos e que lhe durará muito tempo. Feita por motociclistas, para motociclistas. Leve, 2 portas, 2 vestíbulos para guardar equipamento molhado ou sujo, e muitas outras características, pensadas para facilitar a vida dos motociclistas. Vem até com um saco de compressão, dry bag, e lona de protecção inferior.

Se está apenas a começar e não tem a certeza se vai gostar de fazer campismo nas suas viagens de mota, faça um favor a si próprio e não vá atrás do melhor equipamento que o dinheiro pode comprar. Não é isso que vai tornar a experiência mais agradável. Comece com uma tenda simples que seja fácil de montar. Pode fazer o upgrade mais tarde, à medida que sentir necessidade, e perceber as características que mais se adequam a si.

Motorcycle-tent-ADVtent-Lone-Rider-2-person-tent-waterproof
Lone Rider ADV Tent – créditos de imagem fabricante.

Dormir

Ter um teto em cima da cabeça é uma coisa, mas manter-se quente quando as temperaturas descem à noite é completamente diferente. Quando se está a dormir, a actividade muscular desliga-se e lentamente o corpo deixa de produzir calor, o que leva a uma descida da temperatura corporal. Isto leva-nos ao próximo item no essencial do moto camping. O saco cama.

Os sacos-cama vêm em diferentes formas, estilos, enchimentos e, certamente, diferentes preços. Este não é um item em que se deva tentar poupar muito. Afinal, o saco cama terá a tarefa de o manter quente quando não estiver activo para o fazer. Mas mais uma vez, isso não significa que tenha de ir a correr para conseguir um saco de dormir adequado ao Ártico ou aos Himalaias.

As escalas de temperatura não são as escalas de conforto. O que é que isso significa? Que as gamas de temperatura dos sacos de dormir são aquelas em que se pode sobreviver, não aquelas com que se vai sentir confortável. Como regra geral, tenha sempre um saco cama com um nível de temperatura 10 graus abaixo da temperatura que espera encontrar.

Uma vez mais, e indo contra a corrente... e correndo o risco de me repetir, se estiver a começar ou com um orçamento limitado... não vá comprar sacos-cama para todas as gamas de temperatura. Escolha o que planeia usar nas temperaturas mais frequentes das suas viagens, baixe 10 graus, e arranje um cobertor térmico para prender debaixo do saco cama, se o frio apertar.

Se não gosta de sacos-cama estilo múmia, lembre-se que precisará de ter um gorro para lidar com a perda de calor da sua cabeça.

Rab Ascent 300 é um bom exemplo de um saco-cama leve, tipo múmia, com enchimento de penas, que irá conseguir acondicionar fácilmente na sua bagagem embalar bem.  

Big Agnes Torchlight 30 é outro exemplo de saco cama leve, com enchimento de penas, que lhe pode proporcionar conforto térmico, e ainda outras caracteristicas interesantes como bolsos (que pode utilizar por exemplo para guardar o seu telemóvel, e impedir um descarregamento prematuro da bateria em tempo muito frio)

E o Marmot Trestles 0 é um saco cama de enchimento sintético, com uma boa relação preço qualidade, e óptimo para começar.

Um saco cama não é a única coisa que contribui para o manter quente e confortável. Um colchão de espuma ou um colchão insuflável desempenha um papel enorme no isolamento do frio do solo. É mais uma despesa, mas não só proporciona conforto térmico, trabalhando em conjunto com o saco cama, como também o impede de dormir directamente no chão e de sentir cada pedra, ramo, ou galho que não tenha sido retirado de debaixo da tenda. Verifique o valor R da almofada de dormir, e tenha em mente que os sacos-cama com enchimento de penas são mais pequenos e leves, mas são também mais caros e levam mais tempo a secar do que os sacos-cama com enchimento sintético.

Boas escolhas relativamente a colchões insufláveis são por exemplo o Therm-a-Rest NeoAir Xlite, ou o Sea to Summit Comfort Plus.

Mais uma vez, o volume e o peso das bagagens precisam de ser contabilizados quando se faz moto camping. Sacos cama com sacos compressíveis são uma boa escolha, assim como colchões insufláveis, que ocupam uma fracção do espaço que os colchões de espuma necessitam.

No entanto, no início, pode-se fazer praticamente tudo com equipamento mais simples, desde que se escolha o momento e o clima certos para acampar.

FB IMG 1630042270243
A cara de "vai ser uma longa noite fria porque me esqueci de trazer um cobertor térmico extra"

Água 

Não há como contornar esta questão. É preciso água para se manter hidratado e para cozinhar. Claro que pode sempre ir beber um litro de água directamente do rio. Às vezes terá sorte, outras vezes terá giardia. Eu não arrisco aqui, nem ninguém deveria arriscar.

Levar água em qualquer viagem de campismo é essencial. De facto, o transporte de água em qualquer viagem de motociclismo não deve ser ignorado.

Claro que, mesmo com bolsas de hidratação, e recipientes, apenas se pode transportar de mota, uma quantidade limitada de água.

Tire partido das capacidades de transporte de água de sacos de depósito como o Mosko Moto Nomax ou de mochilas com packs de hidratação integrados como a Enduristan Hurricane 15l com o Hydrapack opcionalE se achar que irá necessitar de mais água, use algo como o Sea to Summit Tap Pack ou o MSR Dromedary Bags.

É aconselhado um mínimo de 3 litros de água por dia, mas será necessária não só para beber mas também para cozinhar, e até para enxaguar o material de cozinha. 

Esta não é uma regra fixa. Em climas mais quentes, desidrata mais rapidamente. Em passeios mais técnicos todo-o-terreno também vai precisar de mais água. Por isso, nunca ignore as necessidades de hidratação.

Existem outras soluções como pastilhas de purificação de água ou filtros de água, tais como o Sawyer Mini Water Filtering System, mas, para principiantes que querem levar o moto camping passo a passo, transportar água, e ter a capacidade de ferver a água recolhida deverá servir perfeitamente. Isto, tendo em mente que não se deve ir logo em viagens de longa distância, para lugares remotos. Nesse caso, um sistema de reserva como o filtro de água, ou os comprimidos purificadores de água, seria recomendável.

Se recolher a água de uma fonte desconhecida, lembre-se de ferver a água durante pelo menos um minuto.

The-basics-of-motorcycle-camping

Comida

A maioria dos motociclistas são espectaculares. É um facto. Por outro lado, a espectacularidade não supera as necessidades alimentares. Se viajar e fizer moto camping, ainda tem de comer. 

Há muitas soluções por onde escolher. Desde refeições desidratadas a que se junta apenas água, até uma paragem pelo supermercado para se abastecer antes de montar o acampamento. 

De qualquer modo, se quiser ter forma cozinhar a sua comida, ou aquecer uma refeição pré-cozinhada, precisará de alguma forma de o fazer, e de equipamento de cozinha para o executar. Isto também será muito útil se precisar de ferver água.

Um fogão de campismo simple como o AWRoutdoor 3500W irá dar-lhe a possibilidade de cozinhar. Um Jetboil é também muito popular entre os motociclistas que fazem campismo. Ferve água em 1 minuto, é fácil de transportar, e é uma óptima escolha se não for realmente uma pessoa de cozinhar e não se importar de comer refeições desidratadas.

Para as viagens a lugares mais remotos, fogões de campismo multi-combustíveis, como o MSR XGK Extreme camping stove, permitem a queima de gasolina como alternativa às latas de gás. Isto pode ser útil quando não há botijas de gás para recarga, disponíveis.

É claro que para cozinhar e comer até as coisas mais simples, necessitará de outros utensílios. O Sea to Summit X-Set 21é um conjunto dobrável que irá cobrir essas necessidades. Pode cozinhar nele, comer e beber dele, e até utilizar a base como tábua de cortar para a preparação de alimentos. Quanto aos talheres, o Sea to Summit Alpha Set irá satisfazer as suas necessidades muito bem, embora uma colher longa ou garfo sejam mais adequados para refeições desidratadas, sem ficar com restos de comida espalhados pelas mãos.

Não sei quanto a si, mas para mim, o café é obrigatório. Essencial? Nem por isso, mas nada acompanha tão bem o nascer do sol como uma boa caneca de café. Café solúvel, prensas de café, ou equipamento portátil capaz de tirar cafés semelhantes aos expresso como o Wacaco Minipresso todos resultam. 

Motorcycle-camping-cooking
Sem mesa? Sem problema! O caixote da fruta serve muito bem para base do fogão de campismo

Em Jeito De Conclusão 

O Moto Camping é uma forma fantástica de aproveitar e estabelecer uma ligação com a natureza e consigo próprio. Iniciar-se não significa copiar o que os motociclistas de aventura/Youtubers fazem. Eles não estão a começar. Já sabem perfeitamente o que resulta para eles, ou não.

Primeiro, necessita de perceber se o moto camping é realmente algo que gosta de fazer.

Tem muitos prós e alguns contras, mas em última análise, alguns dos benefícios que eu vejo no moto camping, podem muito bem ser algo que não lhe se adequa a si.

Motorcycle-camping-sunrise
Um café e o pequeno almoço sabem muito melhor com uma vista destas.

Se finalmente decidir tentar, não deixe de começar por fazer pequenas viagens, perto da sua casa. Experimente acampar em parques de campismo antes de acampar em lugares remotos, ou mesmo de fazer moto camping durante uma viagem de longa distância

Acampe perto de outras pessoas antes de embarcar numa expedição a solo.

Dessa forma, pode fazer alguns passeios de teste, e afinar o seu equipamento, com as especificidades da sua mota, do seu estilo de condução, e das suas próprias preferências. 

Demora algum tempo a dominar a montagem do acampamento rapidamente, ou com mau tempo, por isso experimente o seu equipamento antes mesmo de ligar o motor da sua mota. 

Finalmente, reserve tempo para desfrutar de si próprio. Um dos muitos benefícios do moto camping, é a oportunidade de conhecer uma parte de si que normalmente está escondida pelo stress dos tempos modernos. Toda aquela tranquilidade e paz de espírito que vem depois de se satisfazer com uma refeição quente (com um par de cervejas como opção) acampado numa bela paisagem, e depois de um dia de condução, é imbatível. Escusado será dizer que é uma experiência de autocrescimento. Não perca essa oportunidade que está à espera de ser agarrada.

Acabando da mesma forma que comecei, não se esqueça que não é preciso muito para viver a sua viagem épica. Comece de uma forma simples, faça o upgrade mais tarde..

Plan, Ride, Live, Repeat!

Créditos de imagem da galeria - fabricantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on reddit
Share on whatsapp
Share on email

Deixe o seu Comentário

On Key

Publicações Relacionadas

O Moto Camping É Uma Parte Essencial de Uma Viagem de Aventura?

Não é preciso muito para transformar uma viagem de mota num passeio épico. No entanto, todos parecem pensar exactamente o contrário. 

De facto, com os especialistas em marketing a tirar partido de praticamente todas as palavras do dicionário, palavras como aventura, viagem de aventura, jornada, e muitas outras a que já perdi a conta, todas foram descartadas do seu verdadeiro significado.

Hoje em dia, tudo é uma viagem de aventura. Tem de ser. A fasquia é colocada tão alta que o objectivo é fixado cada vez mais alto. 

Um desses equívocos propositadamente criados, é que se formos numa viagem de motociclismo de aventura ou mesmo numa viagem de mototurismo, e se não dormirmos debaixo das estrelas, longe da civilização, então não estaremos realmente a ter uma aventura.

Penso que isto é simplesmente errado. A aventura está destinada a acontecer no momento em que se liga o motor e se põem as rodas a rolar. Em última análise, cada pessoa tem o seu próprio nível de aventura, que não pode ser medido contra o de qualquer outra pessoa, especialmente contra motociclistas experientes que já fazem viagens à volta do mundo há muito tempo. Fazer essa comparação não tem nada de realista, nem mesmo de honesto. 

O moto camping é apenas uma forma de experimentar as viagens de mota. E os motociclistas fazem-no porque:

A - Gostam de acampar e de estar na natureza.

B – É uma forma de reduzir os custos da viagem.

C - Os locais por onde viajam são remotos ou não têm outras opções de alojamento.

Seja como for, é uma escolha pessoal que tem mais a ver com as preferências de condução e de rota, do que com a própria aventura.

Motorcycle-camping-alps-trafoi-2
Motocamping nos Alpes - Trafoi

Estou a Considerar o Campismo nas Minhas Viagens de Mota. Por onde começo?

Digamos que está a considerar fazer moto camping nas suas viagens. 

Se já foi acampar antes, então já conhece o básico. É apenas uma questão de adaptar o equipamento às capacidades de carga da mota e a três outros factores: Clima, localização, e estilo de condução. 

Mas se não o fez, e está apenas a começar, as coisas tornam-se um pouco mais complicadas. E desnecessariamente, gostaria de acrescentar.

A Internet está repleta de opiniões sobre o equipamento de que precisa, para onde deve ir, e o que tem absolutamente de levar consigo.

Após uma semana a fazer a sua pesquisa, vai encontrar-se com uma lista interminável de equipamento, que lhe custará uma mala cheia de dinheiro, e que provavelmente vai ter uma enorme dificuldade em colocar na sua mota. Essa dificuldade aumenta exponencialmente com a falta de experiência, fazendo com que muito mais do que apenas alguns abandonem por completo os seus sonhos de viajar de mota, ou limitem o alcance dos percursos, e façam viagens em menor escala.

Mas não é preciso que assim seja, e aqui na 2WheelsOnRoad, temos todo o apoio necessário sobre esse tema.

Mostrar-lhe-emos o básico do moto camping, e o que é absolutamente essencial para que seja uma experiência que o acompanhe e lhe deixe memórias felizes durante muitos e longos anos. É muito mais fácil complementar o seu equipamento ao longo do tempo, do que o equipamento para baixo. Não só mais fácil, mas também mais barato. 

the-basics-of-motorcycle-camping

O Essencial do Moto Camping

As bases do campismo de mota não são outros factores para além dos que são necessários para sobreviver ao ar livre. Não é uma fórmula revolucionária e extremamente avançada da física quântica. É apenas o velho e fiável senso comum.

Precisará de um abrigo para protegê-lo dos elementos, algo onde dormir que possa mantê-lo a salvo da hipotermia, água para que possa permanecer hidratado, e comida para o alimentar. Não muito diferente do que já faz todos os dias em casa, ou num hotel, certo?

Claro que se poderia argumentar que seria necessário vestuário adequado, ferramentas de orientação como mapas, GPS's ou mesmo uma bússola, equipamento de primeiros socorros, iluminação, ou quaisquer outros artigos comuns ao campismo. Mas, para manter as coisas simples e realmente essenciais, vamos deixar tudo isso para outro artigo, mais à frente.

Abrigo

O Abrigo é normalmente uma tenda, embora alguns motociclistas também optem por camas de rede ou bivouacs.

Normalmente os campistas de motociclismo preferem tendas leves de "bikepacking" (apropriadas para cicloturismo) ou tendas de trekking de mochila às costas. A discussão em torno do tema das tendas é principalmente centrada no peso, pois o peso é um factor enorme quando se tenta manter a bagagem leve. No entanto, acho que o volume que as tendas ocupam, acaba por ser muito mais importante do que o próprio peso que apresentam. 

Se eu tivesse de escolher entre uma tenda que pesasse 3 lb/1,5kg, que ocupasse um volume maior, ou uma que pesasse 6,5lb /3kg mas fosse possível transportar em volumes mais pequenos que pudessem ser comprimidos e separados, eu escolheria a mais pesada. Porquê? Porque me permitiria fazer melhor uso do próprio volume de bagagem, e para ser honesto, penso que se não estiver orientado exclusivamente para a performance, não serão 2 ou 3 kg que farão a diferença.

Outra coisa a considerar é o tamanho da tenda. A regra é de que se deve escolher uma tenda com lugar para mais uma pessoa. Vai sozinho? Escolha para uma tenda para duas pessoas. Vai com pendura? Prefira uma tenda para 3 pessoas. Porquê? Por causa do equipamento e da bagagem que traz consigo. Vai querer ter o equipamento consigo, e ele ocupa espaço. Além disso, vai querer considerar a hipótese de ir para uma tenda com espaço exterior coberto (um vestíbulo) para deixar o equipamento molhado se estiver a chover. O equipamento molhado não liga bem com o material para dormir e a necessidade de se manter quente.

Finalmente, há as estações do ano. Tenda para 2 Estações do ano? 3 Estações? 4 Estações do ano? O que é que isto quer dizer, e o que devo escolher? Bem, tendas de 2 estações são para Primavera e Verão, de 3 estações acrescentarão o Outono, e 4 estações levá-lo-ão até ao Inverno. 

Assim de repente, à primeira vista, as tendas de 4 estações deixá-lo-iam apto para enfrentar todas as opções meteorológicas do menu. No entanto, isso também tem alguns inconvenientes. Primeiro é o peso. Tecidos mais pesados sem malha, mais volumosos e com um peso global muito maior. Naturalmente, ter um interior que não seja de malha de polyester diminui a ventilação. Finalmente, são muito mais caras, especialmente se forem leves.

Tenda de 2 estações? Um grande ponto de partida, mas que limitará os seus passeios de motocamping à Primavera e ao Verão.

O ponto de equilíbrio, parece ser encontrado com as tendas des 3 estações. A maioria dos modelos vêm com coberturas de chuva, e estão equipadas para prolongar a época regular de campismo. A menos que esteja a planear enfrentar condições meteorológicas extremas ou viver num clima rigoroso, pode frequentemente utilizar uma tenda de 3 estações, durante todo o ano.

Três outras coisas a ter em conta. Quanto mais alto for o "denier" ou quantidade de fios com que é feito o tecido, melhor será a longevidade da tenda. As costuras devem ser cobertas com tecido colado para evitar que a água se infiltre no interior da tenda. E a qualidade dos fechos é algo a não perder de vista.

Uma base própria para o chão da tenda, ou uma lona para o proteger, evita que ramos, rochas, e galhos o danifiquem, e aumenta o conforto de que a ocupa. 

Tendas que cumprem estes requisitos:

MSR Hubba Hubba NX2 é há muito tempo uma favorita dos praticantes de moto camping e tem muitas características que assim o justificam. É fácil,de colocar na bagagem, e têm sido testada ao longo dos anos por toda uma comunidade.

A relativamente recente Big Agnes Blacktail Hotel 2, também é leve e apresenta um vestíbulo, estilo alpendre que pode ser realmente útil.

Ou mesmo a Quechua 2 sec Easy Fresh & Black, que é mais acessível e fácil de instalar. Não vai satisfazer todas as suas necessidades, mas é uma boa tenda para aqueles que estão a começar. A desvantagem é que não é pequena devido às vareta estarem integradas na própria tenda. E com 4,7kg/10lb,12oz, não é particularmente leve, mas nós utilizámos, como se pode ver na viagem com a Benelli e com a Royal Enfield..

A fechar esta pequena lista de opções, a Lone Ranger ADV Tent. Uma que coloca um certo em todas as caixas de requisitos e que lhe durará muito tempo. Feita por motociclistas, para motociclistas. Leve, 2 portas, 2 vestíbulos para guardar equipamento molhado ou sujo, e muitas outras características, pensadas para facilitar a vida dos motociclistas. Vem até com um saco de compressão, dry bag, e lona de protecção inferior.

Se está apenas a começar e não tem a certeza se vai gostar de fazer campismo nas suas viagens de mota, faça um favor a si próprio e não vá atrás do melhor equipamento que o dinheiro pode comprar. Não é isso que vai tornar a experiência mais agradável. Comece com uma tenda simples que seja fácil de montar. Pode fazer o upgrade mais tarde, à medida que sentir necessidade, e perceber as características que mais se adequam a si.

Motorcycle-tent-ADVtent-Lone-Rider-2-person-tent-waterproof
Lone Rider ADV Tent – créditos de imagem fabricante.

Dormir

Ter um teto em cima da cabeça é uma coisa, mas manter-se quente quando as temperaturas descem à noite é completamente diferente. Quando se está a dormir, a actividade muscular desliga-se e lentamente o corpo deixa de produzir calor, o que leva a uma descida da temperatura corporal. Isto leva-nos ao próximo item no essencial do moto camping. O saco cama.

Os sacos-cama vêm em diferentes formas, estilos, enchimentos e, certamente, diferentes preços. Este não é um item em que se deva tentar poupar muito. Afinal, o saco cama terá a tarefa de o manter quente quando não estiver activo para o fazer. Mas mais uma vez, isso não significa que tenha de ir a correr para conseguir um saco de dormir adequado ao Ártico ou aos Himalaias.

As escalas de temperatura não são as escalas de conforto. O que é que isso significa? Que as gamas de temperatura dos sacos de dormir são aquelas em que se pode sobreviver, não aquelas com que se vai sentir confortável. Como regra geral, tenha sempre um saco cama com um nível de temperatura 10 graus abaixo da temperatura que espera encontrar.

Uma vez mais, e indo contra a corrente... e correndo o risco de me repetir, se estiver a começar ou com um orçamento limitado... não vá comprar sacos-cama para todas as gamas de temperatura. Escolha o que planeia usar nas temperaturas mais frequentes das suas viagens, baixe 10 graus, e arranje um cobertor térmico para prender debaixo do saco cama, se o frio apertar.

Se não gosta de sacos-cama estilo múmia, lembre-se que precisará de ter um gorro para lidar com a perda de calor da sua cabeça.

Rab Ascent 300 é um bom exemplo de um saco-cama leve, tipo múmia, com enchimento de penas, que irá conseguir acondicionar fácilmente na sua bagagem embalar bem.  

Big Agnes Torchlight 30 é outro exemplo de saco cama leve, com enchimento de penas, que lhe pode proporcionar conforto térmico, e ainda outras caracteristicas interesantes como bolsos (que pode utilizar por exemplo para guardar o seu telemóvel, e impedir um descarregamento prematuro da bateria em tempo muito frio)

E o Marmot Trestles 0 é um saco cama de enchimento sintético, com uma boa relação preço qualidade, e óptimo para começar.

Um saco cama não é a única coisa que contribui para o manter quente e confortável. Um colchão de espuma ou um colchão insuflável desempenha um papel enorme no isolamento do frio do solo. É mais uma despesa, mas não só proporciona conforto térmico, trabalhando em conjunto com o saco cama, como também o impede de dormir directamente no chão e de sentir cada pedra, ramo, ou galho que não tenha sido retirado de debaixo da tenda. Verifique o valor R da almofada de dormir, e tenha em mente que os sacos-cama com enchimento de penas são mais pequenos e leves, mas são também mais caros e levam mais tempo a secar do que os sacos-cama com enchimento sintético.

Boas escolhas relativamente a colchões insufláveis são por exemplo o Therm-a-Rest NeoAir Xlite, ou o Sea to Summit Comfort Plus.

Mais uma vez, o volume e o peso das bagagens precisam de ser contabilizados quando se faz moto camping. Sacos cama com sacos compressíveis são uma boa escolha, assim como colchões insufláveis, que ocupam uma fracção do espaço que os colchões de espuma necessitam.

No entanto, no início, pode-se fazer praticamente tudo com equipamento mais simples, desde que se escolha o momento e o clima certos para acampar.

FB IMG 1630042270243
A cara de "vai ser uma longa noite fria porque me esqueci de trazer um cobertor térmico extra"

Água 

Não há como contornar esta questão. É preciso água para se manter hidratado e para cozinhar. Claro que pode sempre ir beber um litro de água directamente do rio. Às vezes terá sorte, outras vezes terá giardia. Eu não arrisco aqui, nem ninguém deveria arriscar.

Levar água em qualquer viagem de campismo é essencial. De facto, o transporte de água em qualquer viagem de motociclismo não deve ser ignorado.

Claro que, mesmo com bolsas de hidratação, e recipientes, apenas se pode transportar de mota, uma quantidade limitada de água.

Tire partido das capacidades de transporte de água de sacos de depósito como o Mosko Moto Nomax ou de mochilas com packs de hidratação integrados como a Enduristan Hurricane 15l com o Hydrapack opcionalE se achar que irá necessitar de mais água, use algo como o Sea to Summit Tap Pack ou o MSR Dromedary Bags.

É aconselhado um mínimo de 3 litros de água por dia, mas será necessária não só para beber mas também para cozinhar, e até para enxaguar o material de cozinha. 

Esta não é uma regra fixa. Em climas mais quentes, desidrata mais rapidamente. Em passeios mais técnicos todo-o-terreno também vai precisar de mais água. Por isso, nunca ignore as necessidades de hidratação.

Existem outras soluções como pastilhas de purificação de água ou filtros de água, tais como o Sawyer Mini Water Filtering System, mas, para principiantes que querem levar o moto camping passo a passo, transportar água, e ter a capacidade de ferver a água recolhida deverá servir perfeitamente. Isto, tendo em mente que não se deve ir logo em viagens de longa distância, para lugares remotos. Nesse caso, um sistema de reserva como o filtro de água, ou os comprimidos purificadores de água, seria recomendável.

Se recolher a água de uma fonte desconhecida, lembre-se de ferver a água durante pelo menos um minuto.

The-basics-of-motorcycle-camping

Comida

A maioria dos motociclistas são espectaculares. É um facto. Por outro lado, a espectacularidade não supera as necessidades alimentares. Se viajar e fizer moto camping, ainda tem de comer. 

Há muitas soluções por onde escolher. Desde refeições desidratadas a que se junta apenas água, até uma paragem pelo supermercado para se abastecer antes de montar o acampamento. 

De qualquer modo, se quiser ter forma cozinhar a sua comida, ou aquecer uma refeição pré-cozinhada, precisará de alguma forma de o fazer, e de equipamento de cozinha para o executar. Isto também será muito útil se precisar de ferver água.

Um fogão de campismo simple como o AWRoutdoor 3500W irá dar-lhe a possibilidade de cozinhar. Um Jetboil é também muito popular entre os motociclistas que fazem campismo. Ferve água em 1 minuto, é fácil de transportar, e é uma óptima escolha se não for realmente uma pessoa de cozinhar e não se importar de comer refeições desidratadas.

Para as viagens a lugares mais remotos, fogões de campismo multi-combustíveis, como o MSR XGK Extreme camping stove, permitem a queima de gasolina como alternativa às latas de gás. Isto pode ser útil quando não há botijas de gás para recarga, disponíveis.

É claro que para cozinhar e comer até as coisas mais simples, necessitará de outros utensílios. O Sea to Summit X-Set 21é um conjunto dobrável que irá cobrir essas necessidades. Pode cozinhar nele, comer e beber dele, e até utilizar a base como tábua de cortar para a preparação de alimentos. Quanto aos talheres, o Sea to Summit Alpha Set irá satisfazer as suas necessidades muito bem, embora uma colher longa ou garfo sejam mais adequados para refeições desidratadas, sem ficar com restos de comida espalhados pelas mãos.

Não sei quanto a si, mas para mim, o café é obrigatório. Essencial? Nem por isso, mas nada acompanha tão bem o nascer do sol como uma boa caneca de café. Café solúvel, prensas de café, ou equipamento portátil capaz de tirar cafés semelhantes aos expresso como o Wacaco Minipresso todos resultam. 

Motorcycle-camping-cooking
Sem mesa? Sem problema! O caixote da fruta serve muito bem para base do fogão de campismo

Em Jeito De Conclusão 

O Moto Camping é uma forma fantástica de aproveitar e estabelecer uma ligação com a natureza e consigo próprio. Iniciar-se não significa copiar o que os motociclistas de aventura/Youtubers fazem. Eles não estão a começar. Já sabem perfeitamente o que resulta para eles, ou não.

Primeiro, necessita de perceber se o moto camping é realmente algo que gosta de fazer.

Tem muitos prós e alguns contras, mas em última análise, alguns dos benefícios que eu vejo no moto camping, podem muito bem ser algo que não lhe se adequa a si.

Motorcycle-camping-sunrise
Um café e o pequeno almoço sabem muito melhor com uma vista destas.

Se finalmente decidir tentar, não deixe de começar por fazer pequenas viagens, perto da sua casa. Experimente acampar em parques de campismo antes de acampar em lugares remotos, ou mesmo de fazer moto camping durante uma viagem de longa distância

Acampe perto de outras pessoas antes de embarcar numa expedição a solo.

Dessa forma, pode fazer alguns passeios de teste, e afinar o seu equipamento, com as especificidades da sua mota, do seu estilo de condução, e das suas próprias preferências. 

Demora algum tempo a dominar a montagem do acampamento rapidamente, ou com mau tempo, por isso experimente o seu equipamento antes mesmo de ligar o motor da sua mota. 

Finalmente, reserve tempo para desfrutar de si próprio. Um dos muitos benefícios do moto camping, é a oportunidade de conhecer uma parte de si que normalmente está escondida pelo stress dos tempos modernos. Toda aquela tranquilidade e paz de espírito que vem depois de se satisfazer com uma refeição quente (com um par de cervejas como opção) acampado numa bela paisagem, e depois de um dia de condução, é imbatível. Escusado será dizer que é uma experiência de autocrescimento. Não perca essa oportunidade que está à espera de ser agarrada.

Acabando da mesma forma que comecei, não se esqueça que não é preciso muito para viver a sua viagem épica. Comece de uma forma simples, faça o upgrade mais tarde..

Plan, Ride, Live, Repeat!

Créditos de imagem da galeria - fabricantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on reddit
Share on whatsapp
Share on email

Deixe o seu Comentário

On Key

Publicações Relacionadas

pt_PTPortuguês